A História cultural como prática e método de pesquisa.

A historiografia regional da Amazônia do início do século XX é marcada consideravelmente pela influência tardia do chamado Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, o que pode ser observado nos traços das obras de alguns célebres representantes desta matriz historiográfica com fortes concepções positivistas.

Geraldo Coelho, na obra História e Identidade Cultural na Amazônia afirma que: (…) a historiografia que se produziu até recentemente, seguiu bem de perto o modelo oitocentista criado pelo Instituto Histórico Geográfico Brasileiro. Pesquisadores e historiadores regionais, ou autodidatas ou formados em áreas do saber que não a história, seguiram os passos dos pais fundadores da historiografia brasileira contemporânea” (p. 182).

Em relação a chamada historiografia brasileira contemporânea, Davi Leal, em artigo recente destaca que a partir da década de 1970 esta passa por profundas transformações por conta do aumento da produção acadêmica e da influência de novos pressupostos teóricos e metodológicos (Leal, p. 218).

Pesavento (1995) afirma que a história apresenta-se como uma possibilidade entre outras de captar o passado. Em termos de análises teórico-metodológicos compreendemos que a História vive hoje uma forte influência por parte da chamada Nova História Cultural.

Esta história cultural, segundo Pesavento (1995) pode ser entendida como um desdobramento da história social e esta última é apresentada como herdeira da tradição historiográfica inglesa (principalmente Thompson e Chirstopher Hill), francesa (com o grupo da Nova História com Roger Chartier, Jacques Lê Goff entre outros).

Pesavento (1995) alerta ainda que o elemento catalisador do pensamento contemporâneo são os debates em torno da chamada história cultural, principalmente os relacionados ao sistema de idéias-imagens que dão suporte ao imaginário social.A autora entende a história cultural como uma nova abordagem ou um novo olhar que se apóia sobre análises já realizadas.

Retomando o pensamento de Davi Leal (2007) a respeito da historiografia regional na Amazônia observamos que o autor afirma existir nesta que o mesmo denomina de “Nova Historiografia” novos conceitos e a reformulação de velhos termos. Segundo Leal (2007): “Os estudos que aproximam a história da antropologia se mostraram profícuos, o conceito de cultura, cultura popular, circularidade cultural, a percepção da resistência para além dos aspectos físicos, mas englobando o nível simbólico, permitiram ao historiador explorar novos objetos de pesquisa” (p. 219).

Pesavento (1995) afirma que a tarefa do historiador é justamente utilizar-se de conceitos como instrumento para interrogar o mundo. Esta nova postura do historiador coloca a cultura como uma “instância central” na medida em que a partir desta nova tendência historiográfica a cultura aborda os sistemas de idéias, símbolos e imagens de representação coletiva. Este conjunto é denominado por Pesavento como “imaginário social” (p. 280).

“(…) a tarefa do historiador seria captar a pluralidade dos sentidos e resgatar a construção de significados que preside o que se chamaria de ‘representação do mundo’” (Pesavento, 1995: p. 280)

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A História cultural como prática e método de pesquisa.

  1. Fidel Matos disse:

    Este debate, sobre os pressupostos teóricos e metodológicos da História, esteve presente no Seminário “Marx: atualidade e controvérsia”, ocorrido na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), em 2008, e o resultado das conferências, em obra organizada pelo cientista social João Vicente R. B. Costa Lima, acaba de ser editado pela UNISC, editora da Universidade de Santa Cruz do Sul. Ver comentários na coluna do Giorge Konrad, no sítio vermelho do dia 28 de fevereiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s